linkind instagram youtube
Soluções Inteligentes Para Todo o Ciclo Do Seu Negócio.
Governador reedita decreto e cria Comitê Gestor da Crise durante reunião com empresários do Estado
 

 

CDL Cuiabá

Com a participação de aproximadamente 100 convidados, entre empresários da capital e do interior, além de autoridades politicas, foi realizado na noite desta terça-feira (21.11), na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Cuiabá, mais um encontro com o governador de Mato Grosso, Pedro Taques. O objetivo foi discutir a situação econômica do Estado.

Um dos assuntos em debate foi o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), o qual teria sido antecipado o seu recolhimento do dia 20 de cada mês para o dia 08. Essa decisão, publicada no Diário Oficial do Estado na última sexta-feira, teria pego de surpresa os empresários de Mato Grosso.

Na oportunidade, o presidente da CDL de Cuiabá, Nelson Soares Junior, falou sobre a publicação. “Em Mato Grosso somos 53 CDL’s e temos muitas delas representadas nessa noite aqui. Nós estamos vindo ao longo dos últimos tempos construindo um caminho com muito diálogo com o governo do Estado, criando condições de melhorias, o qual consideramos muito positivo, e gostarimos que essa parceria permanecesse”, disse.

Durante seu discurso ainda, Soares solicitou ao gestor do Estado que analise a possibilidade da criação de um Comitê Gestor da Crise, com a participação de secretários e convidados da sociedade, como alguns empresários. “Vamos nos unir para que discutamos as ações do Estado antes que elas sejam publicadas no diário oficial para que ninguém seja pego de surpresa”, sugeriu.

Já Pedro Taques falou aos empresários presentes sobre as diversas crises em que vive o País, sobre o custeio da máquina pública, além da Reforma Tributária. “Eu tenho um divida com os senhores, a reforma tributária, estamos aguardando aprovação da nacional que influenciará na estadual para darmos prosseguimento nesta questão”, afirmou.

Ainda sobre o ICMS, Taques reconheceu o erro do governo do Estado e pediu desculpas aos empresários presentes no encontro. “Nós estamos procurando acertar, o erro foi meu. Esse decreto será reeditado e eu o assinarei nesta quarta-feira”, afirmou, solicitando sugestões de uma nova data para pagamento, a qual ficou definida para o dia 15 de cada mês.

COMITÊ – Em relação ao Comitê Gestor da Crise, sugerido pelo presidente da CDL Cuiabá, o governador solicitou a indicação de 5 pessoas ligadas ao setor produtivo, além de secretários de Estado. “Gostaria que a primeira reunião desse grupo seja realizada antes do inicio de dezembro ainda, para que possamos discutir esse momento que estamos passando”, finalizou Taques.

Fonte: CDL CUIABÁ

PEÇA JÁ A
SUA CONSULTORIA